Venha fazer uma parceria de sucesso!

Confira alguns depoimentos sobre nossa empresa

Assunta Terezinha Conte Martins

Trabalhei no escritório Mercantil por 10 anos (1967/1977), foi minha primeira experiência profissional, passei por vários setores: arquivista, agenda telefônica, fiscal e depois o dr Nélio me ensinou contabilidade, gostei tanto que fiz técnico em contabilidade, depois fiz administração de empresa.

Lembro dos impostos de renda que fazíamos, do uniforme quente, do calor sem ar-condicionado, das visitas aos clientes que fazíamos a escrita e um em especial era o Bernardo Gonçalves, a esposa servia pão com mortadela e guaraná, era a hora mais esperada do dia, éramos uma turma boa, havia confraternização em chácaras, junto com toda família.

Implantamos uma máquina de contabilidade enorme, a notável AUDIT. Na época era novidade, não tinha nenhuma outra em ourinhos e fui uma das contempladas a trabalhar com ela, gostei bastante pois era tudo manual, imagina balanço feito à mão?!

Era bem corrido, mas às vezes quando entrava uma guardinha, mandávamos “lavar carbono”, “lavar a fita da máquina de escrever”, procurar a “máquina de encontrar diferenças” ou “dar corda na máquina Facit” girando a manivela até ficar com a corda total. Essas coisas simples que fazíamos, mas que eram divertidas.

Em resumo, o que aprendi em contabilidade devo ao Mercantil, foram mais de 10 anos de aprendizado para a vida.

Já em São Paulo, trabalhei na Cabesp, aplicando minha experiência na famosa Audit, me aposentei como contadora. Afirmo que o Mercantil foi minha base.

Abraços Assunta Terezinha Conte Martins, contadora, aposentada do Banespa.

Cidinha

Em tempos difíceis como estamos passando posso recordar a minha passagem pela vida profissional, quando obtive o meu primeiro emprego, sem nenhum conhecimento ou experiência, de uma forma muito acolhedora por aquele que era o " Mestre" (Farid), pois dizia que a empresa era uma escola de aprendizagem por onde passaram muitos aprendizes

Sempre fui incentivada a melhorar e a compartilhar as boas amizades com os demais colaboradores, que continuam com o mesmo respeito e consideração, na gestão atual.

Seres humanos formidáveis, me instruíram, projetaram para me tornar uma funcionária pública onde cumpri o meu período e me aposentei

Obrigada por existir esta Escola "Escritório Mercantil"

Cidinha- aposentada do Posto Fiscal

Ede Brito

Ola, sou Ede Brito e trabalhei no Mercantil de 85 a 89, depois fiz o tiro de guerra e acabei saindo do EMC, trabalhei no banco Itaú, programador, digitador e acabei entrando no mundo jurídico quando me formei.

EMC foi uma escola, costumo dizer que era um centro de formação, vários aprenderam sobre contabilidade e principalmente o relacionamento.

Os chefes incentivavam muito os adolescentes, sempre preocupados com os estudos, foi muito gratificante ser dirigido pelo Faridão, lembro-me do teste aplicado, era umas contas absurdas.

A parte social era muito importante, Toninho fazia churrasco e tínhamos “amigo secreto” no final do ano; Dr. Nélio sempre presente, Ilson, Joana, Francisco e Jô. Muitos saíram do EMC já empregados nas empresas clientes do Mercantil.

Fizemos um grande círculo de amizade com os clientes.

A vida afasta as pessoas, mas o coração fica, as vezes sonho que estou no EMC trabalhando, foi muito marcante.

Agradeço imensamente o Dr Nélio, o saudoso Faridão, pois ter trabalhado no Mercantil fez uma grande diferença.

Ede Brito- advogado/músico

Jesus Aparecido Souza Pires

O Escritório Mercantil de contabilidade foi meu primeiro emprego. Ali tive a oportunidade de apreender uma profissão, ter disciplina e responsabilidade. Foram vários anos de boa convivência onde foram feitos muitos amigos, amizades que ainda mantenho contato.

Sai do escritório em busca de um sonho, estudei, fiz vestibular e fui aprovado na faculdade de medicina de londrina, cursei durante 6 anos me formando médico e depois me especializei, fiz doutorado em urologia. Hoje exerço minha profissão de médico urologista em São Paulo há mais de 15 anos.

Mas passados tantos anos ainda guardo na lembrança a boa convivência e harmonia com os colegas de trabalho e trago comigo muito aprendizado daqueles anos.

Jesus aparecido Souza Pires – médico urologista

Família Mercantil

Em meados de 1957, um jovem sonhador de apenas 16 anos, chamado Farid Abdo Tanios Mrad, iniciava-se no trabalho como “contínuo” do Escritório Lex. Em pouco tempo, foi promovido e, logo após, com a mudança do proprietário do escritório para São Paulo, tornou-se proprietário.

Em razão da escassez de dinheiro para a locação do local, montou seu escritório na garagem da casa de sua irmã Amalim e de seu cunhado Nélio Porto. Este, por sua vez, respondia formalmente como contador, uma vez que o jovem Farid ainda estava por terminar seus estudos na renomada e saudosa escola do “Jorginho”, como técnico em contabilidade.

Nos idos de 1961, mudaram-se para a Rua Paraná, 636, já como Escritório Mercantil de Contabilidade. Foram muitos anos na prestação de serviços a toda sociedade Ourinhense

Por várias décadas, não apenas clientes foram conquistados, mas sim muitas amizades foram construídas! Além disso, nos alegra ver hoje inúmeros colaboradores desta caminhada empregados nos diversos setores do escritório e sociedade, alguns já aposentados, outros em diversificados ramos de atividade ou mesmo na área contábil, sempre tendo por mestres aqueles que lhes ensinaram tão nobre ofício.

No dia 31 de julho de 2020, Farid chegou ao ápice de sua jornada terrena, entrando nas moradas eternas junto de Deus. Uma bela história encerrou-se e outra inicia-se para o Novo Escritório Mercantil. O sonho Idealizador continua com seu sócio fundador, Dr. Nélio Porto.

A Família Mercantil tem cravado em seu DNA o legado de seus sócios fundadores, Dr. Nélio e Farid, que acabou por disseminar-se entre todos seus colaboradores: eficiência, competência e honestidade! Em respeito a você, cliente e amigo, assim sempre o será!

Diante dessa trajetória, decidimos homenagear esses ex colaboradores que ajudaram a construir esse passado grandioso que reflete atualmente.

Contamos com a confiança em nós depositada, em todos estes 60 anos de existência do Novo Escritório Mercantil de Contabilidade, para prestarmos com excelência aquilo que de nós é esperado, um serviço à altura da história que carregamos!

Passado e presente, construindo um novo futuro

Carinhosamente Família Mercantil

Ilson Batista de Angelo

Fui admitido em 65, entre 66 e 68, fui promovido passando desde contínuo, setor fiscal até gerente geral. Nos dias de hoje seria o CEO.

Por volta de 75, fiquei encarregado de ler e interpretar todas as legislações, através do diário oficial da união, do estado, revistas IOB e as transmitia aos demais colaboradores.

O Mercantil prosperou e éramos e ainda somos famosos, o maior e melhor da região. Nas repartições (receita Federal, Posto Fiscal, Prefeitura, Ministério do trabalho e previdência social) ficamos conhecidos e éramos referência de ótimo trabalho

Éramos uma grande família, as festas aconteciam em grande estilo e chegamos a formar um time de futebol de salão. Era bem divertido e animado.

Em 90 pedi demissão para assumir cargo de agente fisca de rendas no estado de São Paulo, fui nomeado após aprovação em um concurso público estadual onde me aposentei.

A família mercantil sempre foi muito unida e desejo que assim permaneça!

Abraços Ilson Batista de Angelo - aposentado fiscal de renda do estado de São Paulo

Josenete Soares Pereira

Trabalhei no Mercantil de 1976 à 2021, além de funcionária sou conselheira e amiga dos proprietários.

Durante esses anos prestados à empresa, sempre fui respeitada com carinho e amor, sou uma profissional devido a organização, que sempre foi mantida na empresa, então vou representá-la em todas as ocasiões possíveis.

Mercantil é nome inesquecível para os clientes, amigos e por mim, pelos 60 anos prestando serviço de qualidade, presteza e honradez.

Obrigada Senhor pelas bênçãos adquiridas!

Josenete Soares Pereira – aposentada pelo Escritório Novo Mercantil de Contabilidade

Marcos Antônio de Oliveira

Sou Marcos Antônio de Oliveira, mais conhecido como Marquinhos da Santa Casa. Iniciei minha vida profissional no Escritório Mercantil em 01/06/1982 como contínuo, onde trabalhei por três meses na cobrança e depois passei a trabalhar no Departamento Pessoal, até 31/07/1986, quando fui trabalhar no DP da Santa Casa.

Este período da minha vida foi de extrema importância para minha formação profissional, pois tive ótimos exemplos de profissionais dedicados, que me ensinaram como verdadeiros professores.

Hoje sou advogado e continuo trabalhando na Santa Casa no Departamento Jurídico.

Valeu Mercantil!

Marquinhos- advogado

Pe. Roberto Agostinho

Nascido em São Paulo em 62, em 77 mudamos pra Ourinhos, aos 15 anos fui matriculado no curso de Técnico em Contabilidade.

Meu primo Ilson trabalhava no Mercantil há muitos anos, e como contínuo (office-boy), consegui meu primeiro local de trabalho.

O trabalho consistia em buscar e devolver documentos, receber impostos e taxas, trabalhávamos de bicicleta, não sabia andar muito bem no início, mas aprendi rapidamente. Não deixava de ser divertido (exceto nos dias de chuva).

Havia um grupo grande de jovens que trabalhavam como contínuos, e se não houvesse trabalho, ficávamos no fundo do escritório contando histórias e fazendo piada uns com os outros. Geralmente os novos caíam em algumas brincadeiras feita pelos funcionários, como ir em tal lugar pegar uma máquina de desentortar clipes ou comprar papel carbono em pó (e tinha gente que caía!).

Tinha muito medo de duas pessoas: O Sr Farid, em seu escritório de vidro no fundo do escritório, de onde via tudo, e do Sr Nélio Porto (sempre achei linda sua assinatura), sempre sério, calado, hierático. Era respeitadíssimo.

Um dia entrei na sala do Sr Farid, e ele começou a perguntar sobre minha família, sobre meus estudos etc. Ele então mandou lançar as duplicatas de uma empresa num livro próprio, com caneta tinteiro, ele queria ver minha letra (caprichei ao máximo), sabia que poderia ser promovido escriturário.

Trabalhei mais ou menos um ano, terminei o curso Técnico de Contabilidade, fiz a faculdade de Ciências Contábeis em Marília, e trabalhei como contador e auditor, até que finalmente entrei para o seminário aos 23 anos de idade.

Fui ordenado padre na paróquia Nossa Senhora de Guadalupe em Ourinhos. Hoje sou pároco da Paróquia Nossa Senhora da Anunciação em Curitiba, professor, historiador e pastoralista.

No entanto, jamais esqueci de meu primeiro emprego no Mercantil. Falei muitas vezes das pessoas e situações daqueles distantes tempos em conversas e homilias. Sempre com gratidão e saudade de vários amigos inesquecíveis.

Com a certeza de dias felizes! -Pe. Roberto Agostinho - Paróquia Nossa Senhora da Anunciação/Arquidiocese de Curitiba

Paulo

Os anos trabalhados na Empresa Escritório Novo Mercantil de Contabilidade Ltda., significaram conhecimentos, registros, ideias, sonhos e lutas de todos aqueles que, de uma maneira ou de outra, participam e contribuíram para que esta Empresa contábil seja uma realidade chegando ao nosso tempo, alicerçada por seus Diretores, Dr Nélio Porto e Sr Farid Mrad (in memoriam), na base sólida de uma tradição com a marca de modernidade que, abraça todos os avanços dos tempos atuais.

Esta Empresa respeita seus clientes e considera seus funcionários seres íntegros, fonte incomensurável de novas técnicas e conhecimentos capazes de superar e vencer os desafios.

Meus sinceros agradecimentos a todos que conviveram comigo, neste período.

Abraços! Paulo Franco de Almeida Pires, natural de Avaré, S.P., radicado nesta cidade de Ourinhos, que muito bem me acolheu, funcionário desta Empresa durante 34 anos, local onde fiz muitos amigos.

Saliba

Esta história se inicia por volta dos anos 60, garoto ainda com 12anos, sentado no banco da praça Melo Peixoto, cabisbaixo, época difícil, quando passa por mim, Farid, me indagou o que eu estava fazendo, respondi: a procura de um emprego, mas está muito difícil.

Olhou com o aquele ar fraterno que todos conheceram e disse: Quer aprender uma profissão, venha acabei de montar um escritório de Contabilidade, mas não posso prometer salário, pois estou começando com meu cunhado Nélio.

Farid e Nélio faziam uma dupla perfeita, o primeiro puro coração, aquele paizão, sr Nélio a razão, dois professores, época que havia apenas caneta tinteiro, esferográfica veio depois, máquina de somar e escrever tinha uma ou duas, mas com criatividade e muito empenho conseguimos desenvolver o trabalho, um tempo em que se resolvia com a pura vontade de vencer, as soluções eram que quase todas resolvidas com diálogo, saíamos para receber mensalidade, era muitas choradeiras, mas o Farid com a paciência e o dom que Deus lhe deu sempre achava soluções.

Mas em resumo, foi uma escola que me ensinou ser um homem que possa hoje distinguir o certo do errado, praticar atos com justiça, não criticar as pessoas pelo que ouviu falar, há ser um empresário.

Depois de 60 anos, vejo que nunca me desliguei do Mercantil, uma história de amor e se mistura com a de Ourinhos, tantas pessoas que conheço e conheci passaram pelo lá, Farid nunca deixou de atender clientes e funcionários, com aquele ar de paizão, romântico por natureza, inúmeras vezes, nos sentávamos para ouvir rádio, poesias e músicas, não tínhamos dinheiro, mas um sonho de conquistar o mundo que nos movia.

Atuei em várias áreas, mas nunca tive dificuldades para encontrar soluções para os piores problemas, hoje tenho certeza de que aquela escola chamada Escritório Mercantil de Contabilidade, dirigida por dois mestres tem tudo a ver com meu aprendizado, um pouco de razão e coração.

Só agradeço e afirmo que valeu a pena ter vivido esta experiencia fantástica de ser funcionário do ESCRITORIO MERCANTIL DE CONTABILIDADE.

Com carinho, Saliba- empresário

Silvio Pontara

Quando entrei no Mercantil, tinha aproximadamente 12 anos, não sabia nada, era meu primeiro emprego, trabalhava como contínuo.

Lembro de brincadeiras como lavar os carbonos que estavam sujos, morri de vergonha, carbono não se lava.

O clima era de aprendizagem e dias grandiosos pra mim, eram muito atenciosos.

Em 82 entrei na radio Itaipu, comprei minha primeira bicicleta, 85 fiz tiro de guerra e ingressei na policia militar onde trabalhei por 30 anos no policiamento rodoviário.

Lá me aposentei, em 2016 finalizei a faculdade de Direito, assistia as aulas na faculdade fardado, era bem exaustivo, mas graças a Deus e aos meus pais que me ensinaram direitos e deveres.

Levo do Mercantil, muitos amigos, aprendizado, saudades e a esperança que essa nova geração de valor ao trabalho, ao salário e que aprenda desde de cedo a se virar na vida, assim como fiz.

Silvio Pontara-Policial Rodoviário aposentado, advogado e pós graduado em Direito do trabalho e previdência.

Fechar

Política de Cookies

Seção 1 - O que faremos com esta informação?

Esta Política de Cookies explica o que são cookies e como os usamos. Você deve ler esta política para entender o que são cookies, como os usamos, os tipos de cookies que usamos, ou seja, as informações que coletamos usando cookies e como essas informações são usadas e como controlar as preferências de cookies. Para mais informações sobre como usamos, armazenamos e mantemos seus dados pessoais seguros, consulte nossa Política de Privacidade. Você pode, a qualquer momento, alterar ou retirar seu consentimento da Declaração de Cookies em nosso site.Saiba mais sobre quem somos, como você pode entrar em contato conosco e como processamos dados pessoais em nossa Política de Privacidade. Seu consentimento se aplica aos seguintes domínios: palmiericonsultoria.com.br

Seção 2 - Coleta de dados

Coletamos os dados do usuário conforme ele nos fornece, de forma direta ou indireta, no acesso e uso dos sites, aplicativos e serviços prestados. Utilizamos Cookies e identificadores anônimos para controle de audiência, navegação, segurança e publicidade, sendo que o usuário concorda com essa utilização ao aceitar essa Política de Privacidade.

Seção 3 - Consentimento

Como vocês obtêm meu consentimento? Quando você fornece informações pessoais como nome, telefone e endereço, para completar: uma solicitação, enviar formulário de contato, cadastrar em nossos sistemas ou procurar um contador. Após a realização de ações entendemos que você está de acordo com a coleta de dados para serem utilizados pela nossa empresa. Se pedimos por suas informações pessoais por uma razão secundária, como marketing, vamos lhe pedir diretamente por seu consentimento, ou lhe fornecer a oportunidade de dizer não. E caso você queira retirar seu consentimento, como proceder? Se após você nos fornecer seus dados, você mudar de ideia, você pode retirar o seu consentimento para que possamos entrar em contato, para a coleção de dados contínua, uso ou divulgação de suas informações, a qualquer momento, entrando em contato conosco.

Seção 4 - Divulgação

Podemos divulgar suas informações pessoais caso sejamos obrigados pela lei para fazê-lo ou se você violar nossos Termos de Serviço.

Seção 5 - Serviços de terceiros

No geral, os fornecedores terceirizados usados por nós irão apenas coletar, usar e divulgar suas informações na medida do necessário para permitir que eles realizem os serviços que eles nos fornecem. Entretanto, certos fornecedores de serviços terceirizados, tais como gateways de pagamento e outros processadores de transação de pagamento, têm suas próprias políticas de privacidade com respeito à informação que somos obrigados a fornecer para eles de suas transações relacionadas com compras. Para esses fornecedores, recomendamos que você leia suas políticas de privacidade para que você possa entender a maneira na qual suas informações pessoais serão usadas por esses fornecedores. Em particular, lembre-se que certos fornecedores podem ser localizados em ou possuir instalações que são localizadas em jurisdições diferentes que você ou nós. Assim, se você quer continuar com uma transação que envolve os serviços de um fornecedor de serviço terceirizado, então suas informações podem tornar-se sujeitas às leis da(s) jurisdição(ões) nas quais o fornecedor de serviço ou suas instalações estão localizados. Como um exemplo, se você está localizado no Canadá e sua transação é processada por um gateway de pagamento localizado nos Estados Unidos, então suas informações pessoais usadas para completar aquela transação podem estar sujeitas a divulgação sob a legislação dos Estados Unidos, incluindo o Ato Patriota. Uma vez que você deixe o site da nossa loja ou seja redirecionado para um aplicativo ou site de terceiros, você não será mais regido por essa Política de Privacidade ou pelos Termos de Serviço do nosso site. Quando você clica em links em nosso site, eles podem lhe direcionar para fora do mesmo. Não somos responsáveis pelas práticas de privacidade de outros sites e lhe incentivamos a ler as declarações de privacidade deles.

Seção 6 - Segurança

Para proteger suas informações pessoais, tomamos precauções razoáveis e seguimos as melhores práticas da indústria para nos certificar que elas não serão perdidas inadequadamente, usurpadas, acessadas, divulgadas, alteradas ou destruídas.

Seção 7 - Alterações para essa política de privacidade

Reservamos o direito de modificar essa política de privacidade a qualquer momento, então por favor, revise-a com frequência. Alterações e esclarecimentos vão surtir efeito imediatamente após sua publicação no site. Se fizermos alterações de materiais para essa política, iremos notificá-lo aqui que eles foram atualizados, para que você tenha ciência sobre quais informações coletamos, como as usamos, e sob que circunstâncias, se alguma, usamos e/ou divulgamos elas. Se nosso site for adquirido ou fundido com outra empresa, suas informações podem ser transferidas para os novos proprietários para que possamos continuar a vender produtos e serviços para você